• 16 de maio de 2022

A cannabis pode ajudar no tratamento de artrose?

 A cannabis pode ajudar no tratamento de artrose?

Os medicamentos à base de cannabis têm sido bastante usados em casos de dores crônicas. A artrose é uma doença nas articulações e pode causar muita dor; será que é possível tratá-la com cannabis?

O CBD, o canabidiol não psicotrópico da maconha, está se tornando uma opção de tratamento cada vez mais popular e pode oferecer benefícios para quem sofre de artrose. 

A artrose é uma doença articular degenerativa, definida pela perda de suavidade articular e amplitude de movimento devido ao aumento da densidade óssea e crescimentos ósseos. 

Quais são os sintomas da artrose?

  • Dor

 

  • Rigidez

 

  • Diminuição do movimento na articulação

 

  • Inchaço

 

Pelo menos 10% da população brasileira tem artrose, segundo levantamento feito por quatro sociedades médicas. 

A herança genética, a obesidade e o esforço físico com sobrecarga podem contribuir para que os problemas nas articulações comecem a surgir já a partir dos 40 anos.

O que é CBD?

O canabidiol é um composto encontrado na planta da cannabis. Ao contrário do tetrahidrocanabinol (THC), que é outro composto da mesma planta, o CBD não é psicotrópico e, portanto, não cria o “barato” pelo qual a planta é mais conhecida. 

O CBD demonstrou ser:

 

 

 

 

 

O CBD pode ajudar a aliviar os sintomas da artrose?

Os sintomas experimentados com a artrose abrangem dor inflamatória, nociceptiva e neuropática. 

O CBD é um canabinoide exógeno (fora do corpo) que atua no nosso sistema endocanabinoide (no corpo) para funcionar com capacidade antioxidante, diminuir a inflamação e atuar como analgésico. 

Historicamente, a artrose tem sido considerada não inflamatória; no entanto, evidências recentes mostram o papel da inflamação nos sintomas da doença. 

A intervenção do canabidiol, potencializando o sistema imunológico e seu efeito antioxidante, pode ajudar a diminuir os sintomas associados à artrose e melhorar a qualidade de vida. 

Como a cannabis pode ser usada

Os tópicos são normalmente utilizados para alívio imediato da dor, sendo, por isso, úteis para pessoas com artrose. Eles não entram na corrente sanguínea — portanto, atuarão apenas no local onde são aplicados. 

Os tópicos vêm em cremes e óleos, que são absorvidos pela pele, e podem ter efeito anti-inflamatório e antinociceptivo (inibidor da dor). 

Os ingeríveis entram na corrente sanguínea e atravessam a barreira hematoencefálica, induzindo mais efeitos sistêmicos em todo o corpo. 

Os ingeríveis também passam pelo sistema digestivo, o que significa que levará mais tempo para se sentir os efeitos, mas também é provável que durem mais. 

Sprays orais e tinturas,  aplicados sob a língua, são rapidamente absorvidos pela corrente sanguínea. 

As cápsulas são uma forma de comprimido de CBD.

Como conseguir o CBD? E o preço?

O uso medicinal da cannabis tem crescido nos últimos anos. Segundo o levantamento divulgado pela empresa de inteligência de mercado Kaya Mind em 2021, a estimativa é que o número de brasileiros que utilizam o tratamento alternativo chegue a 50 mil. 

Desde 2015 o óleo pode ser obtido de forma legal por três formas diferentes: através das associações, importações ou até nas farmácias.

Contudo, o valor ainda é alto. Um frasco com 30ml de óleo de Canabidiol (CBD) pode ter um custo que varia entre R$200 a R$3 mil, dependendo da marca, da condição médica e do paciente.

Então funciona? 

A saúde é uma decisão pessoal. Ou seja, cada um escolhe tratar a artrose com CBD em função de seu estilo de vida. 

O CBD pode ser uma opção benéfica para pessoas com a doença, sendo recomendável discutir todos os tratamentos com o médico que cuida do caso. 

Para muitas pessoas, esse canabinoide leve e não psicotrópico pode oferecer alívio da dor crônica da artrose com efeitos colaterais mínimos.

Procure um médico:

https://conteudo.cannalize.com.br/atendimento-cannalize-cannect

Arthur Pomares

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por café, futebol e boa música. Axé.

Mais Notícias