Aos 63 anos, morre Ras Geraldinho, fundador da 1ª igreja Rastafari do Brasil

Aos 63 anos, morre Ras Geraldinho, fundador da 1ª igreja Rastafari do Brasil

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

A Igreja Niubingui Etíope Coptic de Sião do Brasil, da religião rastafári, foi fundada pelo ativista, que era perseguido pela polícia e já cumpriu sete anos de prisão

Foto: Arquivo pessoal

Com informações de O Liberal – Americana e Região

Morreu neste sábado (26), aos 63 anos, o ativista Geraldo Antonio Baptista, o Ras Geraldinho.

Segundo o jornal O Liberal, de Americana e região, a causa do falecimento foi insuficiência renal, após uma tentativa de procedimento de hemodiálise.

Ras Geraldinho era conhecido por ter fundado, em 2006, a primeira igreja rastafári do Brasil, a Igreja Niubingui Etíope Coptic de Sião do Brasil, que tem a cannabis como planta consagrada.

Segundo o Liberal, por fomentar o uso da droga, a igreja fundada por Geraldinho foi, por diversas vezes, alvo de ocorrências da Polícia Militar e da Guarda Municipal. 

Em agosto de 2012, depois de ser encontrado 37 pés de maconha em uma chácara de sua propriedade, ele foi preso acusado de tráfico de drogas e formação de quadrilha agravada por corrupção de menores.

Leia também: Cannabis para cristãos: conheça a ideia de um pastor estadunidense

Geraldo foi condenado, inicialmente, a 14 anos de prisão, mas, posteriormente, a pena foi aumentada para 22. Foram quase 7 anos cumpridos em uma penitenciária de Iperó, na região de Sorocaba (interior de SP), antes de ser transferido para Hortolândia (interior de SP) e depois liberado para prisão domiciliar.

Publicitário de formação, Geraldinho também trabalhou como Editor de Imagem na Rede Globo, de 1985 a 1991, em Washington, nos Estados Unidos. Pela emissora, foi premiado duas vezes com o Prêmio Vladimir Herzog – a maior premiação do Jornalismo no Brasil.

Geraldo também trabalhou no marketing político nos anos 2000 para os partidos PT (Partido dos Trabalhadores) e PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) e em 2012 tentou candidatar-se a vereador em Americana, mas sem sucesso.

GreenWeek na Cannect: oportunidades para todos

Você sabia que a compra de cannabis para fins medicinais no Brasil é regulamentada desde 2015? Pois é, com o avanço da regulamentação, o comércio canábico tem tido cada vez mais espaço no Brasil.

Acreditando nessa na Revolução Verde, a Cannect está promovendo GreenWeek até o dia 30 de novembro, com condições especiais para pacientes, com produtos mais acessíveis, pagamento em três vezes sem juros e frete grátis (consulte condições). Vem de zap para saber mais e marcar sua consulta.

Além disso, a Dr. Cannabis, a vertical de educação da Cannect, está com até 52% de desconto em cursos sobre cannabis para profissionais da saúde e público em geral, além empreendedores do mercado canábico. Aproveite! Os cursos são online. Inscreva-se agora.

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas