Estatal firma parceria com empresa de cannabis

Estatal firma parceria com empresa de cannabis

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

A ideia é que a parceria com a empresa estadunidense seja usada na possível distribuição de CBD pelo SUS

A ideia é que a parceria com a empresa estadunidense seja usada na possível distribuição de CBD pelo SUS no estado
Foto: Freepik

No dia 14 de março, o Diário Oficial de Goiás publicou uma parceria entre a empresa Golden CBD Plus com a Iquego (Indústria Química do Estado de Goiás). A colaboração envolve a transferência de tecnologia para a produção e comercialização da cannabis.

O acordo foi firmado na para auxiliar na possível distribuição pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Atualmente, os deputados estaduais estudam um projeto de lei para regularizar o acesso do tratamento na rede pública.

“Entendemos que pode ser um caminho sem volta para a medicina, um avanço, pois vários resultados demonstram a eficácia do tratamento para uso medicinal.” Disse o diretor-presidente da Iquego, José Carlos dos Santos. 

Não é a primeira vez

Embora parcerias assim sejam incomuns, não é a primeira vez que isso acontece. Em dezembro do ano passado, um acordo de cooperação técnica foi firmado entre quatro empresas no Paraná para fabricar produtos à base de cannabis em solo nacional.

No acordo, o Tecpar (Instituto de Tecnologias do Paraná) concordou em transferir tecnologia para a produção e comercialização de produtos derivados da planta para fins medicinais para três empresas diferentes: AuraPharma, VerdeMed e PubMed, empresas que já trabalham na área da cannabis medicinal.

A proposta ainda incluiu a realização do controle de qualidade do produto acabado pela estatal paranaense. 

Mercado de Cannabis

O mercado de produtos à base de cannabis é muito promissor, mesmo no Brasil. A Dr. Cannabis oferece um curso introdutório de 40 minutos para quem quer ter mais informações sobre esse setor e suas oportunidades. Custa menos de R$100. Inscreva-se aqui

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas