• 22 de janeiro de 2022

LSD: O que é, origem, efeitos, uso terapêutico e cuidados

 LSD: O que é, origem, efeitos, uso terapêutico e cuidados

Sem dúvidas você já ouviu falar dos famosos LSDs, seja em um filme,séries, jornais, documentários ou até mesmo já fez o uso em alguma balada ou festinha social.

O LSD (Dietilamida do Ácido Lisérgico) é uma substância, fabricada em laboratório, bastante semelhante às presentes em um fungo denominado Claviceps purpurea.

O LSD é um alucinógeno, ou seja, é uma substância capaz de alterar a percepção daquele que faz seu uso. Essa alteração faz com que o usuário seja capaz de ver, sentir e ouvir coisas que não são reais.

É importante destacar que o uso de alucinógenos é observado desde a pré-história e ganha cada vez mais popularidade no mundo contemporâneo, principalmente entre os jovens e adolescentes. 

Em geral, esse tipo de droga é usado por pessoas de classes econômicas mais altas, em razão de seu alto valor. Por ser uma droga ilegal, não é possível obter dados a respeito do número correto de seus usuários

Mas afinal, como surgiu esse alucinógeno?

Essa substância é uma droga sintética, portanto, não é encontrada dessa forma na natureza.

O primeiro a sintetizar o LSD foi o químico Albert Hoffman, em 1938.

No início, seu objetivo era que o LSD fosse usado para fins terapêuticos, entretanto, devido aos efeitos de seu uso, a substância passou a ser utilizada como alucinógeno recreativo.

Uso do alucinógeno

Geralmente o uso é feito pela via oral, onde é colocada uma pequena gota do líquido embaixo da língua.

Alguns usuários preferem, no entanto, colocar a substância em um pequeno pedaço de papel e, posteriormente, colocá-la sob a língua.

O LSD também é encontrado em outros locais como:

  • Cubos de açúcar
  • Micropontos 
  • Tabletes de gelatina.

O LSD é uma droga muito forte, por isso poucas quantidades são necessárias para que haja um grande efeito.

Estima-se que, se uma pessoa utilizar uma dose de 50 microgramas, o efeito pode durar até 12 horas.

O que esse alucinógeno pode causar?

Essa substância potente, provoca diversas sensações e alterações na capacidade de percepção. 

Entre os principais efeitos estão:

  • Ampliação na capacidade de perceber cores 
  • Alterações na recepção de sons.
  • Sinestesia, em que informações sensoriais misturam-se.
  • Alterações na percepção de tempo e espaço. 

Alguns usuários acreditam que a droga causa uma elevação espiritual.

O LSD pode causar dependência? 

Normalmente o LSD não leva à dependência.

Sendo assim, muitas pessoas conseguem simplesmente parar de usar a droga. 

A síndrome de abstinência não é relatada em pessoas que pararam de fazer o uso dela.

Entretanto, como dito anteriormente, o uso repetidamente da droga pode levar a quadros psicóticos, depressão e, até mesmo, acentuar outros problemas psiquiátricos que o indivíduo já possui. 

Sendo assim, mesmo que a droga não cause dependência, pode gerar consequências danosas ao organismo.

Uso terapêutico do LSD

Apesar de o uso recreativo da droga ser um grave problema, o LSD pode apresentar propriedades que podem ser usadas na medicina. 

Atualmente vários estudos estão sendo realizados a fim de avaliar se a droga pode ser utilizada como forma de tratamento para certos transtornos.

Utilização do LSD no Brasil

O consumo de LSD é proibido no Brasil, sendo vedada a comercialização e distribuição da droga.

Assim como diversas outras drogas ilícitas, o LSD é vendido de maneira ilegal em nosso território.

Como já foi dito, a droga é muito potente, e apenas alguns microgramas são suficientes para causar alterações no sistema nervoso. 

Seus efeitos são sentidos de 35 min a 45 min depois da sua administração e podem perdurar por horas, dependendo da dose ingerida.

Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias