Produção de cânhamo na Argentina pode ser regulamentada até o final de março

Produção de cânhamo na Argentina pode ser regulamentada até o final de março

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Com um mercado regulamentado, as empresas poderão cultivar a planta e arrecadar até R$5,2 bi nos próximos 10 anos. 

Produção de cânhamo na Argentina pode ser regulamentada até o final de março
Foto: Freepik

Com informações da Forbes

A Argentina pretende regulamentar o mercado industrial do cânhamo até o final deste mês. Com isso, as empresas vão produzir cannabis para a fabricação não só de produtos farmacêuticos, mas também de insumos.

De acordo com o presidente da ArgenCann (Câmara Argentina da Cannabis), Pablo Fazio, a expectativa é que o novo mercado pode chegar a US$1 bilhão (R$5,2 bilhões) nos próximos 10 anos.

Trata-se de uma variação da cannabis que contém bastante CBD (canabidiol) e uma quantidade bem pequena de THC (tetrahidrocanabinol), substância que gera os efeitos da maconha. 

Além do uso medicinal, as fibras da planta também podem ser utilizadas para a fabricação de uma variedade de produtos, que vão desde tecidos, cordas, plásticos e até biocombustíveis. 

Cannabis na Argentina

O país aprovou um marco regulatório para o desenvolvimento industrial da cannabis no país em maio do ano passado, mas a regulamentação é a parte mais difícil. Até agora, o país já criou uma Agência Nacional da Cannabis, uma estatal e ainda prevê mais leis de incentivo.

Segundo dados apresentados pelo governo, atualmente existem 45 projetos de desenvolvimento de cannabis na Argentina que gerarão 5.000 empregos no primeiro ano de implementação e impulsionarão as economias regionais.

Com a regulamentação do mercado, o país pode sair na frente na indústria de insumos, pelo menos na América Latina.

Mercado de Cannabis

O mercado de produtos à base de cannabis é muito promissor, mesmo no Brasil. A Dr. Cannabis oferece um curso introdutório de 40 minutos para quem quer ter mais informações sobre esse setor e suas oportunidades. Custa menos de R$100. Inscreva-se aqui.

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas